Destaque Gondomar (S. Cosme), Valbom e Jovim

Universidade Sénior de Gondomar já iniciou o novo ano letivo

A Universidade Sénior de Gondomar começou o novo ano letivo a 16 de Outubro. É uma das universidades de referência no Norte e em Gondomar, conta com cerca de 400 alunos inscritos, reformados e não reformados.

Abriu em Março de 2006 e tem como propósito rentabilizar o tempo livre das pessoas que devido à idade ou até a problemas de saúde não possam trabalhar. Além das aulas promovem diversas visitas de estudo de modo que os alunos consigam desenvolver novos conhecimentos e conhecer novos locais. Uma forma de evitar a solidão e promover uma mente ativa. 

“A nível de disciplinas temos mais de 60 disciplinas, em que algumas resultam de protocolos, e acabam por não ser realizadas no edifício, como hidroginástica e a filigrana. As disciplinas práticas são sem dúvida as mais procuradas. As teóricas temos uma maior procura em tudo o que se relaciona com as novas tecnologias, há realmente um avultado número de inscrições. As histórias, de Portugal, do património, também têm uma grande procura, até porque a universidade sénior tem alguns prémios a nível de cultura geral e isso também reflete o interesse do nosso público”, explica o Presidente da União de Freguesias de Gondomar (S.Cosme), Valbom e Jovim, António Braz e Ana Torres, responsável pela Universidade Sénior.  

Esta instituição assinou agora protocolos com os Agrupamentos de Escolas de modo que os mais novos partilhem conhecimentos com os mais velhos e vice-versa. Este acordo surgiu também da necessidade de mostrarem aos mais jovens o que é que os “avós” fazem na universidade. 

As visitas de estudo da Universidade são um dos ex-libris da mesma. “A nossa universidade é conhecida pelos diversos passeios que faz, nós temos sempre atividades internas e externas programadas para os nossos alunos, algumas destas atividades, são efetivamente as visitas de estudo. De facto, é uma das coisas que os nossos alunos nos procuram e nos pedem, até porque eles próprios as vezes sugerem locais, porque não querem ir sozinhos, e acabam por sugerir ir todos juntos”, mencionam. 

As inscrições face ao ano transato aumentaram e os alunos mostram-se motivados e sentem que “finalmente reabriu a universidade”, muitos confessaram ao VivaCidade que tinham saudades neste período de férias, não só pelo companheirismo, mas também pela aprendizagem.  

A universidade tem um custo de matrícula. O valor mensal varia de acordo com as disciplinas escolhidas. Existe, ainda, uma promoção para trouxer um familiar ou um amigo, em 50% na inscrição. “Normalmente temos uma boa taxa de renovação e este ano também aumentou o número de novas inscrições. O valor da inscrição são 15€”, referem.

A União de Freguesias apoia significativamente a Universidade Sénior com os custos de manutenção do edifício, já centenário. E, também, com apoios nas visitas de estudos. 

Maria Almeida (Milu Almeida)

Esta universidade trouxe para a minha vida, muita alegria, muita vida, novos conhecimentos e trouxe de novo a descoberta da poesia. Sair do marasmo que estávamos a viver, tem sido fantástico, não me consigo imaginar sem ir as aulas nem às atividades. Conheço pessoas mais velhas que têm alegria nos olhos. E que apesar das dificuldades acabam por vir. Nós chegamos aqui e completamos imenso o nosso conhecimento, observamos mais e o coração fica mais contente. É muito bom. Para quem ainda não veio, que venha, porque aprendemos e conhecemos pessoas e sítios interessantes e acabamos por relembrar conhecimentos e adquirir novos. 

Fernando Ferreira 

Para mim isto é ocupar o meu tempo de forma útil nos dois sentidos, por um lado aprendendo, por outro lado partilhando alguma da minha experiência com colegas e professores. A minha primeira razão para vir à universidade é aprender e partilhar conhecimento. Ouço muitas vezes que a Universidade é uma forma de poupar dinheiro na farmácia. A Universidade é uma forma de combater a solidão. As visitas de estudo também são muito bem preparadas com o apoio da Universidade e de muitas pessoas no terreno, com guias locais, é um momento de aprendizagem que também tem muito suporte, são momentos úteis. 

Professor Carlos Castro 

Para mim é importante dar aulas aqui. Primeiro é fundamental para mim, sou advogado há 37 anos e é um escape semanal e depois é a receção que é dada por esta gente, tenho aulas de cerca de 40 alunos. Os alunos são muito ativos comigo, e normalmente misturo a história atual com a antiga para que consigam interligar conhecimentos. Nas visitas de estudo também são muito ativos. Nas minhas visitas que é praticamente de história e arte, e eles ficam fascinados e participam muito. Todas as atividades promovidas é algo que os motiva e eles são felizes em participarem em tudo isto. Queria agradecer aos meus alunos pela forma que me tratam, acompanham e todo o reconhecimento que têm para comigo. 

Últimas Notícias

39ª EDIÇÃO DO FETAV COMEÇA A 6 DE ABRIL

2/04/2024

Universidade Sénior de Gondomar já é maior de idade

27/03/2024

CMOS COMEMORA PRIMEIRO ANO E BATE RECORDE NO TEMPO DE DESPACHO DE MEIOS

26/03/2024

EUROBOL TRAZ A GONDOMAR VÁRIAS EQUIPAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

26/03/2024

Walking Football um desporto que combate o isolamento

26/03/2024

RAMMWERK: TRIBUTO À BANDA RAMMSTEIN

25/03/2024

RALI DE GONDOMAR REGRESSA NO PRÓXIMO MÊS

25/03/2024

Câmara de Gondomar tomou posse do Cemitério da Triana

13/03/2024