Sara Santos

O problema adiado

Apesar de muito discutido o papel dos transportes públicos na qualidade de vida local e a luta das populações por esse direito, muito pouco se tem feito neste campo e são poucas as melhorias no que toca à mobilidade.

Sabemos as debilidades do transporte público em Portugal, no entanto, é de lamentar que em pleno 2023 ainda não se tenha feito mais por uma das áreas menos desenvolvidas no país, especialmente nas periferias das grandes cidades e nas zonas com menor densidade populacional. 

No que toca à área metropolitana do Porto, e apesar das promessas de extensão da linha da Metro do Porto, o foco tem sido tudo menos o concelho de Gondomar. A promessa de uma linha até ao centro de Gondomar parece apenas isso, uma promessa. É urgente para além da questão do metro, nos debruçarmos sobre os transportes municipais, como a rede de camionetas e autocarros que servem o concelho. Se algumas linhas sofreram um reforço, outras perderam em número de veículos. É normal que o nosso concelho ainda tenha grande dependência do transporte pessoal como o automóvel para as movimentações do dia a dia. 

É necessária a pressão aos responsáveis locais e às demais entidades para colmatar este problema que se estende há demasiado tempo e que podia há muito estar resolvido.

Últimas Notícias

Entrevista a Pinto da Costa

19/04/2024

Entrevista a Nuno Lobo

19/04/2024

Entrevista a André Villas-Boas

19/04/2024

39ª EDIÇÃO DO FETAV COMEÇA A 6 DE ABRIL

2/04/2024

Universidade Sénior de Gondomar já é maior de idade

27/03/2024

CMOS COMEMORA PRIMEIRO ANO E BATE RECORDE NO TEMPO DE DESPACHO DE MEIOS

26/03/2024

EUROBOL TRAZ A GONDOMAR VÁRIAS EQUIPAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

26/03/2024

Walking Football um desporto que combate o isolamento

26/03/2024