Paulo Silva

Gondomar não tem estratégia

Em 2023, Gondomar volta a ter apenas uma praia classificada, o que revela problemas continuados nas águas do principal recurso hídrico que atravessa o concelho, o rio Douro.

Não vale de nada andar a propagandear o Douro como uma das maravilhas do concelho se nada se faz para melhorar a sua qualidade e para condicionar as agressões a este importante recurso. 

Mais uma vez, as praias de Melres e Zebreiros estarão interditas a banhos e nenhuma outra praia, à excepção da Lomba, reunirá estas condições. A continuada desclassificação destas praias, sem qualquer plano do município para ultrapassar este problema, revela bem que tipo de prioridade é dada às políticas de preservação do ambiente, mesmo que recorrentemente se inclua esses propósitos no discurso político.

Quando questionado pela CDU, em sucessivas ocasiões, o Presidente da Câmara atribui a responsabilidade dos resultados negativos à qualidade da água às embarcações turísticas, mas não apresenta uma única medida para tentar solucionar o problema que o próprio identifica. Mas, sem desconsiderar as razões apontadas por esta maioria PS de Gondomar, não podemos deixar de denunciar a incapacidade do município resolver problemas próprios há muito identificados, como o ineficaz funcionamento das etars ou as agressões que o rio vai sofrendo ao longo do seu curso, sem qualquer fiscalização.

É uma pena que tenham passado 12 anos desta gestão e que, nesta matéria, não só não haja nenhum plano do município como as coisas até tenham piorado. 

Últimas Notícias

Entrevista a Pinto da Costa

19/04/2024

Entrevista a Nuno Lobo

19/04/2024

Entrevista a André Villas-Boas

19/04/2024

39ª EDIÇÃO DO FETAV COMEÇA A 6 DE ABRIL

2/04/2024

Universidade Sénior de Gondomar já é maior de idade

27/03/2024

CMOS COMEMORA PRIMEIRO ANO E BATE RECORDE NO TEMPO DE DESPACHO DE MEIOS

26/03/2024

EUROBOL TRAZ A GONDOMAR VÁRIAS EQUIPAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

26/03/2024

Walking Football um desporto que combate o isolamento

26/03/2024