Durante a cerimónia de entrega dos incentivos do IAPMEI aos empresários gondomarenses, na ACIG, Marco Martins, autarca gondomarense, afirmou que a fatura de Autarquia com a pandemia ascende já aos 8 milhões de euros.

“A conta global de combate à Covid-19, entre quebra de  receita e investimento que fizemos no apoio às IPSS, forças de segurança, bombeiros, entre outros, já ultrapassa os 8 milhões de euros. Uma fatura muito pesada e para a qual, apesar de anunciado, não houve qualquer tipo de apoio do Estado”, afirmou o autarca em declarações exclusivas ao VivaCidade.

Para Marco Martins este “foi um investimento que teve de ser feito”. Para o edil, “quando isto foi novidade e Gondomar esteve durante várias semanas entre os Municípios com maior número de infetados, tivemos que andar à frente, fornecer alimento às pessoas e material aos Centros de Saúde, trabalhar com as IPSS para ajudar a controlar os surtos que apareciam, não havia outra hipótese”.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Gondomar “qualquer político, fosse ele quem fosse, tinha que tomar a decisão de, acima de tudo, tratar da pandemia, que é o que ainda hoje fazemos”.

O autarca revelou ainda que apesar de não ter recebido, até ao momento, qualquer apoio do Estado, o Município tem “apresentado a tudo o que aparece e temos alguma expectativa de receber cerca de 1 milhão de euros para compensar o dinheiro que a Câmara já gastou”.

 

Últimas Notícias

Entrevista a Pinto da Costa

19/04/2024

Entrevista a Nuno Lobo

19/04/2024

Entrevista a André Villas-Boas

19/04/2024

39ª EDIÇÃO DO FETAV COMEÇA A 6 DE ABRIL

2/04/2024

Universidade Sénior de Gondomar já é maior de idade

27/03/2024

CMOS COMEMORA PRIMEIRO ANO E BATE RECORDE NO TEMPO DE DESPACHO DE MEIOS

26/03/2024

EUROBOL TRAZ A GONDOMAR VÁRIAS EQUIPAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

26/03/2024

Walking Football um desporto que combate o isolamento

26/03/2024