Opinião Paulo Silva Vozes da Assembleia Municipal

CONSTRUIR UMA VIDA MELHOR, PASSA PELO REFORÇO DA VOTAÇÃO NA CDU

Nas próximas eleições de 30 de Janeiro não se trata de eleger quem vai chefiar o Governo, mas sim, de eleger 230 deputados que possam melhor defender o vontade de cada eleitor. E para isso é importante que se avalie as opções e trabalho concreto dos deputados de cada região. Se tal for feito, poder-se-á concluir que o que melhor serviu e serve os interesses das populações é o reforço da CDU (PCP-PEV). É o elemento decisivo para combater a política de direita e abrir caminho a uma política determinada pelos interesses dos trabalhadores, do povo e do País, num momento em que temos o PS a pedir uma maioria absoluta para obviamente ficar de mãos livres para continuar uma política que não serve os interesses dos trabalhadores e do povo e isso é bem patente quando em Gondomar com a maioria PS, os problemas continuam a ser ignorados ou por resolver, tais como o preço da água, o mau serviço da rede ambiente, o bloqueio em discutir questões urbanísticas e estruturantes do concelho ou a gestão eleitoralista de matérias tão sérias como os resíduos perigosos de S. Pedro da Cova, onde o executivo da junta de freguesia (então presidida pela CDU) durante anos sempre lutou pela resolução do problema, enquanto a Câmara apenas aparece no final para levar os louros e ficar bem na fotografia.
Estes são apenas alguns dos exemplos das posturas do PS quando tem a maioria, mas há outros, o estacionamento que triplica, o metro que já foi prometido mil vezes, as alterações de trânsito sem ouvir ninguém, não acaba com as concessões... não será um PS em maioria na Assembleia da República que irá fazer os avanços que o país precisa. Não o fez quando tinha condições políticas e não o fará agora. O PCP provou que é possível fazer andar para a frente as condições de vida, fazer avançar, repor e conquistar direitos, salários, reformas, aquilo que diziam ser impossível alcançar, com a nossa determinação de não desistir: Manuais escolares gratuitos, passe social intermodal e transportes mais baratos, aumentos extraordinários de pensões, creches gratuitas, valorização do abono de família e outras importantes prestações sociais, redução das taxas moderadoras na saúde, eliminação do Pagamento Especial por Conta.
Por tudo isto é preciso dar força à CDU e ao PCP. A única força que foi coerente e que lu- tou por um caminho de reposição e conquista de direitos, que não se resigna e que luta por uma vida melhor com propostas concretas e que muito tem feito pelos portugueses. É isto que se impõe, um parlamento que possa dar um passo no sentido certo.

Últimas Notícias

Entrevista a Pinto da Costa

19/04/2024

Entrevista a Nuno Lobo

19/04/2024

Entrevista a André Villas-Boas

19/04/2024

39ª EDIÇÃO DO FETAV COMEÇA A 6 DE ABRIL

2/04/2024

Universidade Sénior de Gondomar já é maior de idade

27/03/2024

CMOS COMEMORA PRIMEIRO ANO E BATE RECORDE NO TEMPO DE DESPACHO DE MEIOS

26/03/2024

EUROBOL TRAZ A GONDOMAR VÁRIAS EQUIPAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

26/03/2024

Walking Football um desporto que combate o isolamento

26/03/2024