Concelho de Gondomar Destaque Gondomar (S. Cosme), Valbom e Jovim

5000 quilómetros pela Península Ibérica com passagem/paragem em Valbom5000 quilómetros pela Península Ibérica

Um grupo de ciclistas espanhóis iniciou no passado dia 15 de julho, em Vigo (Espanha), uma “volta” de mais de cinco mil quilómetros pela Península Ibérica. Este périplo, realizado com o objetivo de sensibilizar pessoas com deficiência para a vida ativa, teve passagem (visita e refeições) na Associação do Porto de Paralisia Cerebral – tendo ficado a pernoitar em Gondomar em instalações cedidas pelo Clube Naval Infante D. Henrique. Até 26 de setembro percorrerão mais de 5000 quilómetros. Pela inclusão.

Um grupo de ciclistas espanhóis está a fazer um périplo pela Península Ibérica. A “Perimetral Ibérica” – designação escolhida para a iniciativa – começou a 15 de julho, em Vigo (Espanha). No total serão mais de cinco mil quilómetros, sempre a pedalar, pela Península Ibérica. Este périplo, realizado com o objetivo de sensibilizar pessoas com deficiência para a vida ativa, teve passagem (visita formal e refeições) à “Villa Urbana” de Valbom, da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC), tendo ficado a pernoitar em Gondomar em instalações cedidas pelo Clube Naval Infante D. Henrique. Em Gondomar o grupo foi recebido por Abílio Cunha, Presidente da Direção da APPC, que estava acompanhado por Rui Pedro Alves, responsável da Área Administrativa.

Pablo, Ivan, Chema e Laura – alguns dos participantes – têm em comum o facto de “lidar” ou com deficiência ou com doença grave. E, por tal, dão a conhecer um pouco do seu percurso de vida em cada uma das paragens desta longa viagem. Pablo, Ivan, Chema e Laura são acompanhados por quatro “pilotos”, que assumem as funções de guias nesta aventura ao pedal (em bicicletas devidamente adaptadas) por Portugal e Espanha, viagem que previsivelmente só deverá estar cumprida a 26 de setembro.

Serão mais de dois meses e algo mais de cinco mil quilómetros... O trajeto por Portugal assinalou passagens em Caminha, Viana do Castelo, Póvoa do Varzim, Porto, Gondomar, Espinho, Aveiro, Mira, Figueira da Foz, Nazaré, Lourinhã, São Pedro da Cadeira, Sintra e Estoril. Bem como em Lisboa, Setúbal, Tróia, Santiago do Cacém, Longueira, Porto das Barcas, Vila do Bispo, Portimão, Alcantarilha e Moncarapacho. Foi a 28 de julho que, em Santa Luzia, se despediram de Portugal seguindo para Ayamonte, já em Espanha. Pela frente, até finais de setembro, são ainda muitos mais os quilómetros até ao regresso a Vigo.

Na base desta viagem em bicicletas “tandem” (adaptadas para utilização por parte de pessoas com deficiência e/ou incapacidade) está a associação espanhola DisCamino. Criada em agosto de 2009, para além de várias outras atividades regulares, esta associação ajuda a facilitar o percurso dos Caminhos de Santiago a pessoas com deficiência.

Javier Pitillas, líder do grupo e responsável da DisCamino, explicou o porquê do percurso escolhido: “A volta à Península Ibérica foi preparada a pensar no Ivan, que tirou o curso de treinador, mas que depois foi surpreendido com a notícia de que tem um tumor cerebral, pelo que este é o caminho da sua vida e o desafio que lhe prometemos”, testemunhou em entrevista à Agência Lusa.

Mas há “um objetivo mais abrangente”, prosseguiu o porta-voz do grupo de ciclistas. Pretendem também “sensibilizar as pessoas com deficiência para que não fiquem em casa, para que façam atividade física”, dando-lhes como exemplo o que “estes ciclistas em bicicletas tandem estão a cumprir” pelas estradas ibéricas.

Em cada paragem repete-se um dos motivos do percurso: a curiosidade. São abordados por inúmeras pessoas “que querem saber o motivo da viagem, mas não só”. E contam, localmente, com o envolvimento de instituições e autarquias que se associam à iniciativa. Na etapa que passou pela Área Metropolitana do Porto a comitiva foi “alargada” a outros elementos da equipa técnica e clientes da APPC.

O núcleo do grupo integra 11 elementos. Mas até 26 de setembro, a participação subirá para as 20 pessoas – num percurso em que, garantiu Javier Pitillas, as “bicicletas estarão sempre ao dispor de quem as quiser experimentar”. Por “estes dias” [aquando da edição do Vivacidade], o grupo estará por perto de Barcelona e a caminho de destinos junto da fronteira entre Espanha e França.

Últimas Notícias

39ª EDIÇÃO DO FETAV COMEÇA A 6 DE ABRIL

2/04/2024

Universidade Sénior de Gondomar já é maior de idade

27/03/2024

CMOS COMEMORA PRIMEIRO ANO E BATE RECORDE NO TEMPO DE DESPACHO DE MEIOS

26/03/2024

EUROBOL TRAZ A GONDOMAR VÁRIAS EQUIPAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

26/03/2024

Walking Football um desporto que combate o isolamento

26/03/2024

RAMMWERK: TRIBUTO À BANDA RAMMSTEIN

25/03/2024

RALI DE GONDOMAR REGRESSA NO PRÓXIMO MÊS

25/03/2024

Câmara de Gondomar tomou posse do Cemitério da Triana

13/03/2024